Dicas para adaptação ao trabalho remoto

Como já mencionamos em outros posts, o formato de trabalho do nosso negócio é remoto e temos colaboradores de todo o país fazendo parte da nossa equipe.


Recentemente, tivemos dois novos colaboradores ingressando em nosso time de suporte, que nunca haviam trabalhado neste formato. Por isso, fizemos este post para contar um pouco sobre seus relatos de adaptação e dar dicas para outras pessoas que também estão iniciando sua jornada no home office.




Depoimentos de novos colaboradores


O Adenes Martins e a Camilla Brabo começaram a fazer parte do nosso time de suporte em fevereiro de 2022 e nunca haviam trabalhado de forma remota anteriormente.


Camilla ressalta que o home office tem seus prós e contras e é uma experiência bem diferente das que já teve até hoje.


De modo geral, acredita que os benefícios são maiores, como poder ficar com sua bebê, ter a opção de trabalhar de qualquer lugar, não ter que passar horas no trânsito para chegar ao escritório ou voltar para casa e conseguir conciliar a resolução de pendências pessoais com o horário de trabalho.


Apesar disso, considera que os desafios também são muitos, pois sente falta de ter amizades próximas com os colegas e conversar sobre assuntos não relacionados ao trabalho, além de achar que em alguns momentos estar com sua filha atrapalha seu rendimento.


E para quem também está se adaptando, ela dá a dica: "Ainda não bolei muitas estratégias, mas o que sempre faço e tem me ajudado é me arrumar todos os dias como se realmente estivesse saindo para trabalhar".


Para Adenes, como é comum acontecer em novas experiências, surgiram situações com as quais ele ainda não estava acostumado.


Uma delas foi a necessidade de organizar seu espaço de trabalho, já que não possui um cômodo específico em sua casa para trabalhar. Sua estratégia foi reservar uma mesa própria para isso dentro de seu quarto.


Outra situação à qual teve que se adaptar foi a separação entre horários para realizar suas tarefas de trabalho e suas demandas e necessidades pessoais. Para conseguir isso, está se mantendo afastado das telas durante as refeições e momentos de descanso, e passou a usar um "uniforme" durante o expediente, que tira assim que o período de trabalho termina.


Em relação aos pontos negativos, cita a falta de contato presencial com os colegas e a ocorrência de distrações dentro de casa em momentos em que é necessário ter foco.


Porém, afirma que existem mais pontos positivos neste formato de trabalho, como evitar deslocamentos e estresse gerado no trânsito, a possibilidade de fazer refeições mais saudáveis durante o dia e poder ficar mais próximo de seus familiares.


Por fim, Adenes celebra: "Estou gostando bastante de trabalhar dessa forma e para aqueles que também têm essa oportunidade, digo que vale muito a pena!"



Dicas para melhorar a adaptação


Algumas pessoas possuem muita facilidade em se acostumar a novos cenários, seja na vida particular ou no trabalho. Mas se adequar a trabalhar de casa pode ser difícil até mesmo para aqueles que têm alta adaptabilidade.


Pensando nisso, reunimos algumas dicas que podem fazer toda a diferença na habituação de quem está se inserindo neste contexto de atuação.



Comece a criar um ambiente específico para o trabalho


Nem todos possuem um ambiente específico para o trabalho em suas casas, como um escritório ou um quarto/sala separado, onde consigam ter a privacidade para realizar suas demandas diárias.


Porém, ter um local destinado especialmente para trabalhar pode fazer grande diferença para quem ainda precisa se acostumar a uma nova rotina dentro do seu lar. Isto porque o ambiente próprio ajuda na separação entre o que é relativo à sua vida pessoal e o que está relacionado ao seu ofício.


Então, se você pretende continuar trabalhando de forma remota, mas ainda não consegue investir nesse tipo de espaço, comece aos poucos. Invista primeiramente em uma mesa, uma cadeira e materiais que use somente durante o expediente.



Siga uma rotina


Adaptações se tornam muito mais fáceis quando existe uma rotina a ser seguida e no trabalho, não é diferente. Quando você acorda sem um direcionamento do que precisa fazer, é muito comum que comece a se dispersar com tarefas domésticas e compromissos pessoais.


Portanto, ao se levantar, tente fazer uma sequência de coisas que te preparem para começar a trabalhar, como tomar um bom café da manhã, tomar banho, trocar de roupa e organizar seu espaço de trabalho.



Defina horários para cada atividade


Estando em casa, você também precisa ter tempo para almoçar, lanchar e fazer pausas para recuperar sua disposição. Por isso, é muito importante definir bem os horários para cada momento.


Mesmo que nem sempre seja possível seguir os horários à risca, eles já são ótimos guias para organizar melhor o dia e conseguir conciliar as necessidades pessoais com o home office.



Cuide da sua saúde mental e física


Essa dica é muito importante não só para o momento de adaptação ao home office, como para a continuidade saudável deste tipo de trabalho.


Deixar de lado os cuidados com sua saúde física e mental pode prejudicar seu rendimento e até sua vida pessoal. Por isso, não se isole, tenha contato diário com seus colegas de trabalho e familiares, pratique exercícios físicos, coma bem, beba bastante água e faça terapia ou qualquer outra atividade que te ajude a se manter bem!



Mantenha o foco e a disciplina


Para fechar, fica uma excelente dica do Johnny Siqueira, que também é um dos nossos novos colaboradores, mas já teve outras experiências de trabalho remoto e hoje atua como Sales Development Representative em nosso time comercial:


"Se você estiver focado no resultado e tiver disciplina para fazer o que precisa ser feito, o trabalho home office é maravilhoso e tem muito mais vantagens do que desvantagens".



Gostou das dicas? Compartilhe as suas com a gente também!


37 views1 comment